repelentes-de-passaros-sonoros-para-evitar-bandos-estorninhos-linhas-eletricas

Repelentes de Pássaros para minimizar os micro-cortes elétricos

Os repelentes de pássaros sonoros BirdGard são utilizados por empresas de distribuição elétrica. O objetivo é melhorar a qualidade do fornecimento minimizar os micro-cortes provocados por bandos de milhares de estorninhos que pousam nas linhas elétricas.

Alterações no fornecimento elétrico devido aos milhares de estorninhos que pousam nas linhas

As empresas de distribuição elétrica, como parte dos protocolos de monitorização das suas redes, conseguem detetar micro-cortes elétricos gerados em determinados pontos da sua rede. Estes cortes no fornecimento são tão pequenos, de apenas alguns segundos, que quase não são percebidos pelos utilizadores individuais. No entanto, afetam as grandes indústrias. Em alguns casos, chegam inclusive a parar a maquinaria e a produção destas indústrias.

Repelentes-Passaros-minimizar-micro-cortes-eletricos

O primeiro passo para identificar a origem dos micro-cortes passa por analisar as redes de distribuição à procura de linhas defeituosas, problemas com as proteções dos cabos, etc… No entanto, nem sempre está aí a origem do problema. Algumas vezes, ao investigar mais a fundo, observa-se que estas pequenas falhas no fornecimento energético acontecem até 5 ou 6 vezes por dia, e principalmente ao entardecer.

Quando os engenheiros de campo visitam as zonas onde acontecem os micro-cortes elétricos, por vezes observam que não são falhas físicas nas redes de distribuição, mas sim bandos de pássaros que originam os micro-cortes no fornecimento. Não é raro que, em algumas zonas e em determinadas épocas do ano, enormes bandos de milhares de estorninhos utilizem ao entardecer algumas das torres elétricas para pousar nas linhasAo levantarem voo, todos ao mesmo tempo, fazem com que o cabo onde estão pousados baixe de repente e depois suba mais alto do que a sua posição normal. Isto produz um efeito chicoteque provoca um choque com o cabo superior. Com o choque dos cabos, gera-se um breve curto-circuito e as subsequentes falhas no fornecimento energético.

Um estorninho é uma ave pequena, de pouco peso, entre 50 e 100 gramas. No entanto, os estorninhos agrupam-se em bandos de muitíssimos indivíduos. Um bando de estorninhos pode incluir entre 10.000 e 75.000 indivíduos. O peso acumulado desta quantidade de pássaros no cabo elétrico e o facto de os estorninhos se moverem em uníssono, provoca o efeito chicote e os subsequentes micro-cortes.

Porque é que os estorninhos voam em bandos?

Os bandos de estorninhos movem-se como um tudo, que se contrai e expande; que se eleva e desce; e muda de direção, mantendo sempre uma forma compacta. Num bando de estorninhos não existe um líder que todos seguem. Cada estorninho move-se em função de como o fazem os seus vizinhos mais próximos.

Da mesma forma como acontece com outras espécies, como os bancos de peixes, parece que os estorninhos se agrupam em bandos para se protegerem dos seus predadores, e trocar informações sobre melhores zonas para alimentação e descanso.

Os estorninhos agrupam-se nas linhas elétricas ao entardecer, quando estão quase a entrar na zona que vão usar para dormir, normalmente uma zona com árvores.

As empresas de energia tomam medidas para garantir a qualidade do fornecimento devido aos bandos de estorninhos.

Como parte dos seus protocolos de ação, as empresas elétricas implementam diferentes medidas para minimizar as falhas no fornecimento elétrico devido aos bandos de pássaros que pousam nas suas linhas elétricas. Estas ações são, fundamentalmente, de dois tipos:

bengala-manter-separacao-linhas-eletricas
  1. Ajustar as torres para impedir o choque entre linhas elétricasmesmo que os pássaros pousem nelas. Neste sentido, são usados dois métodos principais para adaptação das torres:
    • Aumentar a tensão das linhas elétricas, para as distanciar e minimizar o risco de colisão entre elas quando os pássaros levantam voo
    • Instalar barreiras físicas (tipo bengala) para manter a separação entre as linhas elétricas e prevenir o efeito chicote
  2. Nas torres onde as anteriores medidas não são tecnicamente viáveis, as empresas de fornecimento elétrico podem recorrer a repelentes de pássaros sonoros para evitar que os bandos de estorninhos pousem nas linhas elétricas

Referência Iberdrola: Instalação de repelentes de pássaros sonoros BirdGard em torres de média tensão

espanta_passaros_bird_gard_pro_plus

A Iberdrola utiliza dois repelentes de pássaros por sons BirdGard em torres de média tensão na região de Alicante. Estas torres foram identificadas como pontos críticos, porque os pássaros utilizam-nas normalmente para pousar e provocavam micro-cortes.

A Iberdrola escolheu os modelos de repelente de estorninhos BirdGard Pro Plus #61. Estes equipamentos são específicos para afugentar bandos de estorninhos e tordos. Os equipamentos têm uma unidade central e duas colunas externas.

unidade central do repelente de estorninhos BirdGard Pro Plus foi colocada no alto de cada torre de média tensão, com as colunas direcionadas para lados opostos das linhas elétricas. Cada coluna proporciona uma cobertura contra o pouso dos estorninhos no cabo elétrico de cerca de 100 metros lineares. Ou seja, cada um dos equipamentos protege um total de 200 metros lineares do cabo elétrico aéreoevitando que os estorninhos pousem nesta zona.

A unidade central do repelente de estorninhos Bird Gard é alimentada mediante uma bateria standard de 12V. Por sua vez, a bateria mantém-se carregada mediante um painel solar de 20 Watts, específico para os repelentes de aves BirdGard.

Dado que o problema dos pássaros que pousam nos cabos elétricos limita-se ao entardecer, quando os estorninhos se agrupam nos cabos elétricos antes de entrarem na zona onde vão dormir; utiliza-se um programador horário que passa corrente ao equipamento nas faixas horárias estabelecidas. E é apenas nessas faixas horárias que o repelente de estorninhos está em funcionamento. Nesse momento, o repelente de pássaros emite pedidos de socorro dos próprios estorninhosem conjunto com sons de predadores: falcões, gaviões… Quando os estorninhos ouvem estes sons, entendem que devem abandonar a zona e procurar um lugar melhor para pousar.

Como têm sido os resultados com os Repelentes de Estorninhos BirdGard para evitar os bandos de pássaros nos cabos elétricos?

objectivo ao instalar os repelentes de estorninhos BirdGard era minimizar o número de incidências com os bandos de pássaros nas estruturas da rede e melhorar a qualidade do fornecimento, tudo isto de uma forma respeitadora com as aves.

 “Os resultados têm sido muito bons”

afirma Ignacio García – Responsável UTD Alicante na Iberdrola.

Neste vídeo é possível confirmar os bons resultados do repelente de estorninhos Bird Gard Pro Plus, quando o experimentámos antes de o instalar na torre de média tensão.

Durante o entardecer, quando os repelentes de pássaros estão a funcionar, os bandos de estorninhos evitam pousar nas torres protegidas pelos repelentes sonoros, e mudam-se para outras zonas, onde não provocam problemas no fornecimento elétrico.

Graças a este investimento e à implementação de outras ações de adequação das torres, foi possível reduzir as incidências no fornecimento elétrico provocadas pelo pouso das aves nos cabos elétricos na região de Alicante, melhorando a qualidade do fornecimento.